Principal

Seja bem-vindo(a) a este site!

 

Este site foi criado para pacientes e todas as pessoas que queiram obter informações seguras sobre Cirurgia Plástica e saúde em geral.

Desenvolvido para promover a saúde, oferece conteúdo fidedigno, correto e de alta qualidade, protegendo a privacidade dos pacientes e respeitando as normas regulamentadoras do exercício ético-profissional da medicina e nunca descartando a necessidade da consulta para o tratamento e o esclarecimento de dúvidas.

 

 

Como utilizar as informações médicas

 

As informações que você irá encontrar visam complementar, mas nunca substituir o relacionamento entre médico e pacientes.


O que é a cirurgia plástica?


A Cirurgia Plástica é uma área da medicina em que se busca, através de procedimentos cirúrgicos, a reparação de deformidades em determinadas áreas no nosso corpo. Essas deformidades podem ser adquiridas (por exemplo acidentes, câncer) ou não, quando a pessoa nasce com essa deformidade (congênita).
A cirurgia plástica é portanto uma especialidade em que visa-se devolver ao paciente, da melhor forma possível, as condições de normalidade da função e harmonia do local a ser tratado.
 

Quais são as áreas da Cirurgia Plástica?


O cirurgião plástico pode atuar em diversas áreas do corpo, tais como ossos da face, mão, queimaduras, câncer de pele, cirurgia pós bariátrica dentre outras. Apesar da especialidade ser uma só, existe uma certa divisão dentro da especialidade, chamados de "Estética" e "Reparadora". As cirurgias estéticas são procedimentos cujos visam melhorar esteticamente o local a ser tratado, buscando a harmonia com o restante do corpo. Isso inclui as cirurgias de contorno corporal (como lipoaspiração), aumento ou redução das mamas, correção de nariz, correção de orelhas, pálpebras e rugas da face. O procedimento cirúrgico depende de cada caso, onde podem haver procedimentos cirúrgicos mais simples até os mais complexos.
As cirurgias ditas "reparadoras" são aquelas, como dito anteriormente, que vão reparar um dano adquirido ou congênito em que há um comprometimento de uma área afetada, devolvendo-se assim a funcionalidade e a harmonia desse local afetado. Isso inclui os casos de lesões de pele, acidentes, queimaduras e as deformidades congênitas (a pessoa que nasce com deformidade).
 
Como escolher um cirurgião Plástico?


A formação em cirurgia plástica requer muito estudo e prática. O médico se forma após 6 anos de faculdade e passa por um período de treinamento e estudo de mais 5 anos (2 anos em cirurgia geral e 3 anos em cirurgia plástica) totalizando-se 11 anos de estudo e prática para se adquirir a formação de cirurgião plástico. Após o final desse estudo, há uma prova teórico - prática organizado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e a Associação Médica Brasileira (AMB) em que o profissional adquire, caso aprovado, o título de especialista em Cirurgia Plástica. Infelizmente existem profissionais que não seguem essa regra e procuram atuar na área sem ter o mínimo de conhecimento. Portanto, é muito importante procurar conhecer o profissional antes de passar por algum procedimento, procurando-se saber de sua formação. Fique atento!